quarta-feira, 17 de junho de 2009

Dica de livro - Simplesmente Cristão



Estou lendo este livro. Comprei de aniversário para mim mesmo. Um auto presente.
É incrivel como o óbvio muitas vezes passa desapercebido! Por exemplo: Jesus ressucitou.
Se isso não houvesse acontecido o cristianismo não passaria de mais uma seita obscura judaica.

veja só:
Em Simplesmente Cristão, Wright afirma que “a melhor explicação para o surgimento do cristianismo é crer que Jesus realmente ressurgiu, não como alguém que sobreviveu a um violento choque e reapareceu, fraco e desmoralizado, nem como um fantasma, mas um corpo humano vivo” (p. 125).
Mais adiante, o bispo anglicano, insiste que a ressurreição de Jesus “significa que o reino de Deus de fato chegou, e indica que temos uma tarefa a fazer: o mundo precisa ouvir o que o Deus de Israel, o Deus criador, realizou através do Messias” (p. 127)


Deus abençoe vocês.

Um comentário:

  1. O judaísmo ataca o cristianismo falando que Jesus não ressuscitou (o que tira de nós a vida eterna, a vitória sobre a morte, pecado e lei, além da adoção como filhos de Deus).

    O islamismo ataca o cristianismo falando que Jesus não morreu (o que tira a expiação de pecados, o sacrifício único, o amor de um por todos (justos e ímpios)).

    O cristianismo é a única religião no planeta que resolveu a questão dos carmas (débitos espirituais com Deus) e darmas (créditos espirituais com Deus).

    E, a rigor, cristianismo não é "religião", pois religião é religar a Deus. Se estamos em Cristo e ele em nós, estamos juntos e religados. Não precisamos de ligação ou religação, entende? Logo, não precisamos de religião e, a rigor, cristianismo não é religião.

    A mesma confusão ocorre com o Espiritismo. Só que eles não são religião e querem ser. Religião necessariamente é religar a Deus. E o espiritismo não religa a nada. Ele é relacionamento entre espíritos e humanos. Mas isso não é religar a Deus, pois no espiritismo não existe Deus; existem espíritos e humanos. No cristianismo, por exemplo, existe Deus, humanos, espíritos puros (anjos) e impuros (demônios). Espiritismo é uma doutrina filosófica, no rigor do termo. E eles doutrinam e filosofam sobre o cristianismo (Evangelho segundo o Espiritismo) e o Livro dos Espíritos que é um psicograma do Kardec e não uma profecia. Não existe promessa. Não existe relacionamento com Deus e nem nada que em qualquer mono ou politeísta há. Entende?

    ResponderExcluir