sexta-feira, 29 de maio de 2009

Concurso de Logomarca BSB 50 anos

Eu não ganhei, mas as melhores logomarcas serão expostas no museu nacional de Brasília. Então eu to dentro das selecionadas! demais né!?

Olha aí e comente sobre o que achou.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

O dia que eu conheci a Baby do Brasil ou Bernadete Dinorah de Carvalho


















Quando eu conheci minha esposa no ano de 2004 tinha uma musica que não saia da nossa cabeça era “Acabou Chorare” dos novos baianos esta aqui ó:


Eu e Luíza ficávamos rindo muito porque é o tipo de musica nonsense que só os brasileiros sabem fazer.


Anos se passaram eu e minha mulher nos convertemos de vez ao evangelho e PUM, um belo dia a Baby que era dos novos baianos estava tocando na nossa antiga igreja.


Foi no ano de 2008 eu tive o prazer de conhecer a doida da popstora Baby do Brasil.

Pessoalmente ela é uma pessoa super simpática e maluca. Não é pose! Ela é assim o tempo todo mesmo, mas o que faz toda a diferença na Baby é a falta de religiosidade sisuda. Ela fala de Deus com respeito, mas como uma coisa que faz parte da vida dela assim como o trabalho, os filhos, amigos, andar na rua essas coisas normais, que também é espiritual, afinal TUDO É ESPIRITUAL, agente que gosta de separar as coisas em caixinhas.


Depois que ela tocou na igreja, eu e Luíza fomos para casa felizes de ter ouvido as musicas e o testemunho enormeeeee de como foi o processo de conversão dela.

Acordamos bem cedo e lembramos que ela iria tomar café da manhã no aeroporto de Brasília até o vôo dela sair, pegamos o carro e fomos correndo porque tinha uma pergunta que não saia da nossa cabeça “Que história era aquela de bu bu li li, no bu bu li lindo”

Chegamos e ficamos falando no café com a Baby, ela disse que iria organizar uma rave gigante com uns DJs numa fazenda e coisas assim. Yeshua rave. Tudo para Jesus! E fiz a pergunta: Baby eu e minha esposa gostávamos dos novos baianos e que tínhamos a curiosidade de saber o porque da música. Ela disse que era coisa do Moraes Moreira que quando nos anos 70, todos moravam juntos e faziam um café da manhã gigante e todos partilhavam o café no bule e tudo mais e eu achando que teria um super mistério na criação desta música. Ela dise: "Nossa que bom gosto! Tá vendo gente crente também tem bom gosto" :)

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Participações virtuais "o super crente"

Olá amados! Escrevi um artigo sobre "o super crente" para este blog entra lá e leia ok?
abração e que Deus abençoe vocês.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Quando eu crescer quero ser publicitário.

Este video que me foi mandado via @palmerio é um forte exemplo do que eu desde que entrei na faculdade me questionei. Existe algo mais que ser publicitário. Sempre digo que eu estou e não sou publicitário. É um diferença muito grande em fazer coisas e ser coisas.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Dica de livro - LEIA ISSO


Trecho do livro:

Eu amo Jesus. O que me deixa maluco são seus seguidores. Para ser sincero, não gosto de muitos cristãos. Note bem, eu não disse “alguns” cristãos; eu disse “muitos”. Não gosto deles — não gosto mesmo, nem um pouquinho. Por várias vezes, prefiro andar com gente doida, profana, incrédula e perdida do que com aqueles que se dizem cristãos, mas, na verdade, são fariseus de mente limitada e metidos a críticos.

Tenho um amigo que é pastor de uma grande igreja. Certa vez, durante uma entrevista, ele disse ao repórter que orava seis horas por dia. O jornalista, muito impressionado, perguntou por que ele orava tanto tempo. O pastor respondeu, com toda franqueza: “Minha igreja é muito grande, e odeio muitas pessoas que fazem parte de-la. Preciso orar seis horas por dia para que Deus me ajude a amá-las”.

Gostaria de amar todos os cristãos, mas não consigo. E vou enumerar algumas razões pelas quais isso acontece.

Não gosto de muitos cristãos pela capacidade que possuem de ser terrivelmente críticos. Eles assumem aquela pose do tipo sou-mais-santo-que-você e se consideram melhores do que todo mundo. Brigam e discutem pelos motivos mais ridículos.

• “Você está lendo a versão errada da Bíblia.”

• “O estilo de louvor de sua igreja é sem graça.”

• “O ensino sobre o Antigo Testamento é insuficiente.”

• “Por que não prega mais sermões expositivos?”

• “Sua igreja deveria realizar mais trabalhos evangelísticos.”

• “Você é por demais evangelista, devia se preocupar mais com o discipulado.”

Esses especialistas em igreja costumam ser os mesmos que não sabem dizer o nome do vizinho não-cristão. Aaaarghhh! Fico doen-te com esse tipo de gente. E quando o tema da conversa ultrapassa as questões da igreja, a coisa é ainda pior:

• “Evangélicos só devem assistir a filmes cristãos, que não são violentos.” (Adorei ver a cara dessas pessoas quando A paixão de Cristo, de Mel Gibson, foi lançado.)

• “Quem ouve música do mundo vai para o inferno.”

• “Cristão não faz tatuagem.”

• “Os Teletubbies são coisa do Diabo.”

• “Cristão de verdade não vai à Disney.”

Não consigo imaginar Jesus escrevendo frases como essas no chão.

Outro tipo que faz meu estômago revirar é aquele pregador fu-rioso: “Se você não se converter, vai queimar no inferno, pecador!”. Por experiência, posso dizer que os pregadores nervosinhos em geral pecam tanto quanto (ou mais do que) as pessoas a quem costumam pregar.

Se o que você leu até agora ainda não é suficiente para convencê-lo, ainda há mais: certos cristãos são muito esquisitos. É só dar uma olhada nos programas evangélicos exibidos na televisão. Alguns deles complicam muito o meu trabalho. Em tese, remo no mesmo barco, mas confesso que fico tentado a fazer piada das muitas bobagens que vejo.

Não é de admirar que não-cristãos assistam a esses programas só para rir. Sei que há muitos ministérios cristãos sérios que ocupam espaços na grade de horários da televisão, e dou o maior apoio. Mas, sejamos sinceros, existe muita coisa bastante bizarra para ver.

Se você se sente ofendido com o que acabou de ler, peço que coloque a mão na consciência e seja franco: já reparou no jeito que muitos televangelistas se vestem? Junte-se a isso a maquiagem forte e o cabelo cheio de laquê das mulheres desses pastores-apresentadores. Parece até um cafetão acompanhado de uma perua — é possível até que um cafetão e uma perua de verdade se vistam e se maquiem melhor.

Isso sem falar no grande engodo que é o discurso antibíblico: “Deus quer que seus filhos sejam ricos, por isso posso andar por aí em carros de luxo”. Para completar, eles ainda pregam no melhor estilo vou-pegar-seu-dinheiro, finalizando todas as falas com aquele “amém?” constrangedor. “Jesus ressuscitou dentre os mortos, amém? E ele está pronto para perdoar seus pecados, amém? Clame pelo Senhor agora, amém?”. Isso me embrulha o estômago, amém?

O que é isso?

O pior de tudo, porém, é o potencial de certos evangélicos à hipocrisia mais nojenta. São capazes de dizer uma coisa e fazer outra completamente diferente. Isso não apenas macula o nome de Jesus, como também fornece mais munição para esse mundo incrédulo usar contra o corpo de Cristo. É como o sujeito que procurou certo pastor protestante e perguntou:

— Pastor, será que o senhor faria o funeral de meu cachorro?

— Não fazemos funerais de cachorros — o pastor respondeu.

— Que pena — disse o homem, aparentemente decepcionado, mas rindo por dentro. — Eu estava disposto a fazer uma oferta de 100 mil para a igreja. Pelo jeito, terei de procurar outra.

— Opa, espere um pouquinho — reagiu o pastor. — Por que você não disse antes que seu cachorro era protestante?

Essas são algumas das razões pelas quais não gosto de muitos cristãos. Para falar a verdade, muitos deles também não gostam de mim. Dizem que sou radical demais. Que minha teologia é rasa. Que sou bom mesmo é de marketing. E meu pecado imperdoável: sou pastor de uma “megaigreja” (o que, automaticamente, faz de mim um egocêntrico que só se preocupa com dinheiro).

Agora que meus motivos já estão expostos, podemos começar. Espero que cheguemos aonde Deus deseja: um lugar que, provavelmente, não é o que ocupo agora. De qualquer maneira, sinto-me melhor depois de desabafar. Obrigado pela atenção que me dispensou até agora.

O cristão de quem menos gosto

Se você acha que minha cisma é apenas com evangélicos de outras igrejas, está enganado. Quando olho para minha igreja, encontro muitas pessoas das quais também não gosto. Não tenho o menor interesse em saber o que querem e como vivem. Fico bastante perturbado com isso, doente mesmo.

Há um tipo de cristão que considero o pior de todos, disparado. É o que mais me aborrece. Tira meu sono. Embrulha meu estômago. O cristão que mais detesto… sou eu!

Não estou brincando. Detesto muitas coisas em mim. Detesto ser menos do que aquilo que Cristo deseja. Tenho nojo de mim quando digo coisas que não deveria e que são incoerentes com a Palavra de Deus.

Detesto quando, na condição de líder, tomo decisões que magoam as pessoas. Detesto quando minhas atitudes pecaminosas magoam os seguidores de Cristo e afugentam os não-cristãos. Detesto essas coisas que vejo em mim.

Neste link aqui tem um extra "guia pessoal ou para grupo de estudo"

Uma vida sem propósitos

Pastor Rick Warren, autor do livro Uma Vida com Propósitos, reflete sobre sua própria crise de propósito, após o incrível sucesso de seu livro. Ele explica a sua convicção de que a intenção de Deus é que cada um de nós use seus talentos e influência para fazer o bem.

clique aqui para ver

UPDATE (em tempo)

O pastor R.W ganhou tanto dinheiro com o livro que entrou em crise com o que ele iria fazer com toda a bufunfa, ele decidiu somar todo o dinheiro que ele havia ganhado como pastor na igreja dele durante 25 anos e restituiu tudo novamente para igreja. Só para mostrar que tudo que ele fez e faz para igreja não é por causa de grana. Hoje no Brasil é quase impossível achar ministros que pensariam desta forma. Já tem apóstolo que tem jatinho, mansão até iate tudo as custas dos membros.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Dica de livro - LEIA ISSO



O evangelho maltrapilho foi escrito para pessoas aniquiladas, derrotadas e exauridas. Pessoas que se acham indignas de receber o amor de Deus.
Quem sabe, ignoradas pela comunidade de cristãos por não se encaixarem no perfil de super- homem ou de supermulher que lhes é constantemente exigido. Pessoas cansadas da espiritualidade superficial e consumista. Pessoas que travam inúmeras batalhas interiores por não se sentirem parte de uma comunidade afetiva e acolhedora.
É um livro que escrevi para mim mesmo e para quem quer que tenha ficado cansado e desencorajado ao longo do Caminho, confessa o autor.

Franco e provocador, o aclamado filósofo e teólogo cristão Brennan Manning estréia em língua portuguesa com sua principal obra, que nos convida a depositar nossa esperança na amplitude da graça, capaz de alcançar pecadores e pobres em espírito, e de resgatar nossa dignidade original. No mínimo, você não ficará indiferente a ela.

baixe o livro LEGALMENTE E DE GRATIS aqui

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Vendendo meu peixe

Gente to postando meu trabalho de designer pra vocês. Foram 6 totens no total, para o dia internacional da enfermagem. Cliente: HCBr e HSL


clique na imagem para ver maior.

clique na imagem para ver maior.


clique na imagem para ver maior.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Jesus is a Friend of Mine

Um dia desses navengando pela net com minha linda e querida esposa achei um video muito bom* um oássis no meio de tanta musica gospel ruim! totalmente retrô, com cara de blitz (aquela banda dos 80's) vou parar de escrever é melhor você ver



logicamente a coisa não para por aí, como tudo na net tem as suas variações e afins, veja que coisa linda

Versão Marilyn Manson




Versão David Crowder*Band



Versão tosca qualquer



* conceito muito elástico nos dias de hoje. hehe

jesus é meu amigo mesmo assim! demais!

Jedis e Jesus Cristo



Eu nunca fui na igreja Vineyard em Sampa, mas ouço os podcasts e são muito bons. Entre Jedis, cultura pop e Jesus, o sermão é feito num pulpito com caixa de uva... bem, isso foi o que eu ouvi dizer. Quando tiver em Sampa não perderia a oportunidade de ir.

Ahhh se quiser ouvir entra aqui ó! AQUI

sábado, 9 de maio de 2009

Judeus são uns ratos!



Calma gente! Estou falando da grafic novel MAUS uma das histórias em quadrinhos mais influentes do século vinte e ganhadora do pulitzer. Uma das coisas mais legais são as caracterizações dos personagens. Os judeus são retratados como ratos, os alemães como gatos, os americanos como cachorros e os poloneses como porcos. Isso não diminui a grandeza da obra. Pelo contrário! Aumenta ainda mais, pois, além da originalidade, torna a leitura ainda mais fluente. Outro mérito é o humor, muitas vezes ácido e corrosivo, mas sempre inteligente.
É uma especie de mini holocauto, mini desenhos, mas grandioso em força e sutileza. Se está cansado de filmes sobre judeus e segunda guerra este aqui é um deleite. Sincero e atual. Ahh mais uma coisa, incrivel como todo mundo tem problemas com os pais não é? Parece que a paternidade é algo dificil de se lidar. Art Spielgeman é muito corajoso em colocar sem por e nem tirar coisas que eu ficaria com vergonha dos parentes. Só lendo para entender.
Ahhh (2) O autor não vende de jeito nenhum os direitos para o cinema. Acho que faz bem. Cinema muita vezes caga uma boa história.
Ahhhh (3) Se você ler vai entender porque os judeus tem fama de sovina e mão de vaca. Aahhhh (4) E nunca se esqueçam Jesus também era Judeu. ok?
É isso fica a dica. Abs! E que Deus abençoe vocês.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Tu lembra do Korn?

Ex Guitarrista do Korn da o seu testemunho:


terça-feira, 5 de maio de 2009

Jesus no BBB?




O curta-metragem venezuelano “Jesús TV” apresenta o filho de Deus em uma hipotética nova missão ao mundo, desta vez como protagonista de um reality show através do qual leva sua mensagem aos fiéis.
É tudo que eu sempre quis, ver Jesus em um BBB, cara se realmente rolasse isso na vida real, seria demais o mundo nunca mais seria o mesmo! Mas como eu sei que isto não é possivel fico só no gostinho fake! hehehe Aguardo vocês na segunda vinda! aé meu irmão sai de baixo! Vai ser Jesus vindo como rei, o leão de Judá! detonando tudo! explodindo tudo! saindo fumaça e zumbi para todo lado!

ahhh entra no site dos caras:

http://www.losotrosgroup.com/

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Um homem arrependido

Considerada a última música de Johnny Cash.
Veja e entenda porque:


UPDATE: Na verdade a música é do vocalista do nine inch nail, trent reznor. Via Thiago Diniz. valeu thiago!